7.14.2009

11 Dicas



Bom, hoje é uma reedição de um post que li no blog papodehomem.com.br (que não reflete, vale dizer, necessariamente, a minha opinião.
Lá ele dá 11 dicas de como ser um bom namorado (no masculino mesmo, e extremamente machista) mas eu acho sinceramente que esse post deveria ser “11 dicas de como se comportar bem num namoro”, por isso, fiz as devidas interpretações e ajustes. Enjoy!

1. Aprenda a escolher
Não deixe que seu tesão ou sua falta de opções melhores façam com que você entre num relacionamento com uma pessoa problemática. Entenda-se por problemática, alguém excessivamente ciumenta, controladora ou sacana. Alguém que dá mole até para seu(sua) melhor amigo(a).
Não esqueça, logo no primeiro mês ou até na primeira semana, o outro já sinaliza quem é e como vai se comportar com você. Ignorar esses pequenos sinais é pedir pra se dar mal e sofrer as consequências no futuro.

2. Não esqueça ou abandone seus amigos
Tem gente que simplesmente decide se o Dalai Lama quando começa um relacionamento.
Não cometa o erro de ter o outro como prioridade única e absoluta na sua vida, deixando o resto do mundo de lado. No início, sua dedicação vai parecer uma coisa linda, mas com o tempo a coleira aperta. É exatamente isso que acontece quando se sabe que o outro está agindo feito um cachorrinho de estimação.
Jamais deixe seus amigos de lado. Amigos são para toda a vida, já um relacionamento pode não ser.

3. A internet, o telefone e seu namoro
Nada de MSN e ORKUT para ficar conversando horas com seu amor. No máximo, mande recados apimentados ou algo que valha a pena. Você pode até usar esses recursos durante a conquista, mas depois, deixe claro que você tem outras ocupações na vida.
Conversas no MSN costumam ter momentos onde realmente falta assunto ou que acabam levando a discussões sobre a relação, e fazer uma DR online, pode ser algo bastante desagradável.
Por favor, esqueça aqueles emails com mensagens de Powerpoint ou declarações de amor aleatórias. Nada substitui uma conversa olho no olho, frente a frente ou pelo telefone. E se usar o celular, faça as ligações objetivas. Seja carinhoso(a), mas não banque o(a) adolescentezinho(a) mimado(a) fazendo aquela voz ridícula de neném e comendo "L" igual o Cebolinha. No fundo, ninguém gosta disso.

4. Esteja preparado(a) para terminar a qualquer momento
Não quer dizer que você é frio(a) e desalmado(a). Apenas que você tem coragem para saltar quando chegar a hora, mesmo que não saiba onde vai pousar. Significa ter força o suficiente para terminar seu namoro, mesmo estando completamente apaixonado. Se o outro agiu de forma a desrespeitá-lo(a) ou humilhá-lo(a), não aceite sob hipótese alguma!
O preço por continuar um relacionamento com uma pessoa que te tratou mal é muito alto. Ao abrir mão de parte de seu orgulho próprio ou sua dignidade, você se torna um “leão manco”.
Nunca mais será respeitado da mesma maneira. E garanto a vocês que o relacionamento irá entrar numa espiral descendente, com um desfecho nada bonito.
Não preciso e nem vou especificar o que significa desrespeito. Cada um tem sua própria balança. Apenas, peço que não fujam da raia quando o momento pedir essa atitude.

5. Não permita que as discussões durem mais do que 15 minutos
Essa não é uma regra inflexível. O número é apenas para deixar claro que discussões não devem se prolongar indefinidamente. É crucial manter a objetividade e definir o momento de encerrar o debate.
As lógica masculina e feminina são completamente distintas, especialmente quando o assunto é o relacionamento.
À medida que uma discussão se prolonga, a tendência é puxar assuntos desconexos ou não-relacionados com o “xis” da questão, transformando rapidamente a conversa numa briga sem qualquer propósito definido. Além de um configurar o outro como culpado de uma série de crimes inafiançáveis.

6. O poder do contraste
Seja imprevisível. Calmo(a) e carinhoso(a) num momento, forte e sexualmente incontrolável em outro. Faça isso sem demonstrar descontrole. Apenas deixe claro que você é uma pessoa de muitas camadas, de quem o outro não deve esperar um comportamento previsível.
Aja normalmente durante a semana e no sábado mude as coisas, sem aviso prévio. Faça com que o outro tente decifrá-lo, sem na verdade nunca conseguir entender você totalmente. Isso é um ingrediente infalível numa relação.

7. Crie uma marca pessoal
Há inúmeras maneiras de se ter uma marca pessoal. Basicamente é algum hábito seu. Um carinho especial, um beijo diferente que só você sabe como dar, coisas do tipo. Garanto que o outro vai curtir e se lembrar disso por muito tempo, mesmo que não estejam mais juntos.

8. Saiba conduzir e ter atitude
Tenha planos, saiba aonde ir e como chegar. Estou falando não somente de restaurantes e saídas do fim de semana, mas da vida como um todo. As pessoas gostam de sentir-se seguras com as outras. As mulheres, sobretudo, anseiam por homens confiantes e seguros. E os homens, gostam de ver mulheres com atitude.
Então, ao invés de perguntar demais o que o outro quer, surpreenda-o e decida por sua conta. Do filme que vão ver ao lugar que vão jantar, tudo pode ser uma grata surpresa no quesito atitude.

9. Não leve nada a sério demais
Lembram do conselho número 5? Então, quando surgir o prenúncio da próxima tempestade, encurte o roteiro com um mega-super-hiper beijo daqueles de cinema. Se rolar, vai emendando umas carícias quentes, enquanto ressalta que adora ver aquela cara de “mau”. Isso vai deixando o clima cheio de tesão e acaba numa coisa muito melhor do que discussão.
Se não colar, diga que não quer esticar a discussão e que acha melhor vocês continuarem a conversa depois.
Quando não tem jeito mesmo, nada melhor que esfriar a cabeça e retomar as coisas no dia seguinte.

10. Seja fiel a si mesmo
Siga seus valores e princípios do início ao fim do relacionamento. Assim, não importa o modo como vai acabar, se rolou infidelidade, alguma crise ou qualquer outras coisa. A sua estrutura interna e seu auto-respeito foram mantidos. O fim pode até ser dureza, mas é certo que logo você vai estar pronto pra outra.
O que deixa a maioria das pessoas desorientadas após o término de um relacionamento é justamente isso. Elas deixam de ser fiéis a si mesmas e fazem concessões demais, acabam esquecendo quem realmente são. Ao fim da relação, quando não estão mais com a parceria, perdem completamente o seu rumo.

11. Mantenha alguns segredinhos
Para encerrar, esqueça aquela conversa de que o casal não pode ter segredos. Pode sim! O importante é que esses segredos não sejam comprometedores e cabeludos demais. Importante é não ser desonesto com o outro. Segredos, todo mundo tem.
Então, mantenha seus próprios segredos. Isso faz parte do charme, do jogo da sedução. Pois no dia em que uma das partes do casal para de seduzir, é o prenúncio do fim. A sedução nunca acaba. Por isso, tenha sempre cartas na manga, o mundo dá muitas voltas e nada melhor do que ter um trunfo no momento certo.

Gostaram? Comentem! Quando comentarem deixo minha opinião sobre o assunto. Beijos a todos!

7.07.2009

Faxina da alma


(Texto de Carlos Drummond de Andrade)

Não importa onde você parou, em que momento da vida você cansou.

Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo, é renovar as esperanças na vida e, o mais importante, acreditar em você de novo. Sofreu muito nesse período? Foi aprendizado. Chorou muito? Foi limpeza da alma. Ficou com
raiva das pessoas?

Foi para perdoá-las um dia. Sentiu-se só por diversas
vezes? É porque fechaste a porta até para os anjos.

Acreditou que tudo estava perdido? Era o início da tua melhora.

Pois é... agora é hora de reiniciar, de pensar na luz, de
encontrar prazer nas coisas simples de novo.

Um corte de cabelo arrojado diferente, um novo curso, ou aquele velho desejo de aprender a pintar, desenhar, dominar o computador, ou qualquer outra coisa. Olha quanto desafio, quanta coisa nova nesse mundão de meu Deus te esperando... Ta se sentindo sozinho? Besteira, tem tanta gente que você afastou com o seu "período de isolamento".

Tem tanta gente esperando apenas um sorriso teu para "chegar" perto de você. Quando nos trancamos na tristeza, nem nós mesmos nos suportamos, ficamos horríveis. O mau humor vai comendo nosso fígado, até a boca fica amarga. Recomeçar...

Hoje é um bom dia para começar novos desafios.

Onde você quer chegar? Alto? Sonhe alto! Queira o melhor do melhor. Queira coisas boas para a vida. Pensando assim, trazemos prá nós aquilo que desejamos.

Se pensamos pequeno, coisas pequenas teremos. Já se desejarmos fortemente o melhor e, principalmente lutarmos pelo melhor, o melhor vai se instalar na nossa vida. E é hoje o dia da faxina mental.

Jogue fora tudo que te prende ao passado, ao mundinho de coisas tristes. Fotos, peças de roupa, papel de bala, ingressos de cinema, bilhetes de viagens e toda aquela tranqueira que guardamos quando nos julgamos apaixonados.

Jogue tudo fora, mas principalmente esvazie seu coração. Fique pronto para a vida, para um novo amor.

Lembre-se, somos apaixonáveis, somos sempre capazes de amar muitas e muitas vezes, afinal de contas, nós somos o "Amor".

Porque sou do tamanho daquilo que vejo, e não do tamanho da minha altura.


Um belo texto, pra gente parar um pouco e pensar de verdade. Mais que isso, agir! Espero que gostem. Bjos.