11.11.2008

Sobre a diferença entre cair e descer...


"Morrer em nós mesmos é essencial se verdadeiramente ansiamos com todas as forças da alma harmonizar as duas naturezas: Divina e Humana em cada um de nós." Samael Aun Weor

Eu tenho me questionando bastante sobre uma palavrinha, cujo emprego é muito apreciado por muitos (e, por favor, não negue, por você também...) em diversos aspectos e diferentes circunstâncias: a perfeição.

Tornou-se uma busca doentia, uma verdadeira obsessão, essa coisa de querer que tudo seja simplesmente perfeito. A gente quer o emprego perfeito, o relacionamento perfeito, o corpo perfeito, o cabelo perfeito, o carro perfeito, a casa perfeita, o (a) namorado (a) perfeito (o), os amigos perfeitos, enfim, uma vida PER-FEI-TA.

Nada contra. Eu também sou assim. Quem não é? O que acho errado é viver exclusivamente em função disso e esquecer que o maior barato de aproveitar a chance de estar neste planeta, é poder, exatamente, lidar com as imperfeições; dos outros, mas principalmente, com as nossas próprias imperfeições (coisa que teimamos em negar, ou fingimos que não existe, pra ficar mais fácil).

Onde quero chegar? Simplesmente no fato de que esse desejo de perfeição é muito injusto. Queremos que tudo seja perfeito, mas, e nós? Nós somos perfeitos (ou tentamos ser, pelo menos) para os outros?

Quer que eu prove? Então tá...

Para o dicionário, perfeição é o conjunto de todas as qualidades; a ausência de quaisquer defeitos; O máximo de excelência que alguém ou alguma coisa pode chegar; primor, correção; O maior grau de bondade ou virtude a que pode alguém chegar, pureza; O mais alto grau de beleza a que pode chegar alguém ou algo.

Perguntinha básica:

Vendo pelo lado do dicionário, você se considera perfeito?

Ah, não?

Então como quer que tudo e todos sejam?

Fiz esse post, pra que a gente sempre se lembre que errar, faz parte da nossa natureza. Sofrer uma queda, é uma forma de se fortalecer e aprender com os erros, não importam quais sejam. Não é justo apontar o dedo e julgar, blasfemar, fazer pouco caso da vida, ficar insatisfeito. Todos erramos. Não somos perfeitos. Todos caímos.

Descubra que a vida se faz disso, e tudo fica mais fácil. Ganhamos serenidade quando somos capazes de compreender que nem tudo é como queremos. A perfeição deve ser uma meta, mas nunca uma paixão, ou uma condição. Cair, errar, faz parte do jogo, mas não é o jogo em si. Somos seres efêmeros demais para exigir aquilo que nem nós mesmos somos capazes de oferecer.

Mas cuidado, porque cair é bem diferente de descer. Cair é imprevisto, é ocasião. Descer é livre-arbítrio, é estado. Nem todos os anjos são maus porque caíram, mas todos os que desceram, o são. Pense nisso.

11 comentários:

  1. Darley Pinheiro10:21 AM

    Sempre dou uma olha no blog pra ver se tem novidades. E eis q há...vc como sempre supreendo, adoro seus textos...creio q seus novos alunos estejam orgulhosos da sua pessoa.....kero reafirmar, vc faz falta na Overload!
    Beijos pra vc teacher.

    ResponderExcluir
  2. Pimenta7:42 AM

    Indescritível!

    ResponderExcluir
  3. Anônimo1:10 PM

    Você faz muita falta e essa música me faz recordar grandes e inesquecíveis momentos...
    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Eu queria muito saber quem é você que assina anônimo... Não existe hoje, motivo algum pra não saber.
    Estou longe e é bom descobrir que faço falta pra alguém, quando parece que a maioria dos "amigos" que deixei em Manaus, não se lembram de mim... eu sinto falta de grandes momentos inesquecíveis. bjos.

    ResponderExcluir
  5. Anônimo3:05 AM

    O pior é que vc sabe quem é...Mas acho que não faço tanta diferença pra você, estou perto e ao mesmo tempo distante, acredito que não tenha notado o quanto é importante pra mim.
    Mesmo assim vou continuar te admirando e gostando das coisas que escreve.
    Ps. Pq acha que as pessoas esqueceram de vc? Não acredito pq te conheço a muito tempo.
    Bj nessa boca linda.

    ResponderExcluir
  6. NANDO3:30 AM

    Dê mais atenção para aquelas pessoas que você por alguma razão tem desprezado ou que você não fala a muito tempo a resposta para sua pergunta aparecera. O passado muitas vezes nos trás recordações boas e pessoas que jamais poderiam ter sido esquecidas.
    Também gosto de escrever vou ADD ok.
    Abraço

    ResponderExcluir
  7. Anônimo1:08 PM

    Você ainda não sabe quem é?
    Então melhor assim, a curiosidade excita mais...rs
    Saudades...

    ResponderExcluir
  8. Anônimo12:45 PM

    Há pessoas que nos falam e nem as escutamos, há pessoas que nos ferem e nem cicatrizes deixam mas há pessoas que simplesmente aparecem em nossas vidas e nos marcam para sempre. (Cecília Meireles).
    Beijus pra ti.

    ResponderExcluir
  9. Anônimo11:03 AM

    Hаνe you eveг thought abοut wrіting an ebοok or
    guest authoring on other websites? Ӏ hаve a blog bаsed upon
    on the ѕame іԁeas you
    ԁіscuѕs anԁ would loνе
    to have you share sоme stories/infoгmation. I know my νisitοrѕ
    ωοuld value your woгk. If you're even remotely interested, feel free to shoot me an e-mail.

    Here is my web-site: v2 cigs review

    ResponderExcluir
  10. Anônimo8:47 PM

    It's a pity you don't have a donate buttοn!
    I'd without a doubt donate to this outstanding blog! I guess for now i'll settle for
    bookmarking and adding your RSS feeԁ to my Goοgle аcсount.
    I look foгward tο new uрdates and will talk аbout
    this site with my Facebooκ group. Chаt soon!


    Also visit my webpage - Production-room.com

    ResponderExcluir