4.07.2009

Sobre Ressacas e Promessas que Nunca Serão Cumpridas



Não quero ser repetitivo, mas a vida emocional de qualquer pessoa, é sempre cheia de fases, não é? Vou fazer uma comparação puramente didática, mas que tenho certeza vai servir como carapuça pra muita gente.
Os amigos mais próximos que sempre servem de inspiração pras bobagens que eu escrevo aqui que me perdoem, mas respondam rápido e sem pensar:

Quem nunca jurou parar de beber depois de uma noitada de álcool e um dia seguinte de ressaca, regado a Neosaldina e coca-cola?
Pois é. Todo mundo que se preza, (e que eu conheço) já tomou um porre e jurou que nunca mais ia beber. O problema é que a promessa em questão é esquecida, diga-se de passagem, na maior cara de pau, logo no final de semana seguinte. É assim mesmo que funciona. Eu mesmo já fiz isso... E não foi uma, mas várias vezes. Hehehe!

O mais incrível dessa história, é que a mesmíssima coisa acontece depois que a gente sai de um relacionamento. E meninas, nem adianta torcer o nariz, vocês são campeãs nisso! E os amigos homens, mesmo que em menor freqüência também não estão livres de passar por isso...
Aí a gente escuta:

- “Eu juro que nunca mais volto com o(a) desgraçado(a)!”
- “Agora eu só quero saber mesmo é de curtir!”
- “Se eu voltar a namorar alguém, nunca mais vou fazer isso ou aquilo...”
- “Dessa vez eu juro... Vou gostar mais de mim... Me dar valor...”

E por aí vai!

É tanta promessa, que o Santo ia precisar de uma assessoria pra poder dar conta. Se existisse Procon pro Santo então, aí é que a gente tava fudido. Devendo até as cuecas e calcinhas.

Particularmente, eu sempre fui a favor de guardar, nem que seja um curto período de “viuvez” pós-relacionamento. Uma semaninha ou duas, sabe? Só um tempinho pra poder colocar a cabeça em ordem, e pensar em coisas importantes, como você mesmo, por exemplo. Esse período é importante, até pra não parecer que a coisa chegou no nível do desespero. Não precisa sair chamando urubu de “meu-louro”. Aprenda a ficar um pouco sozinho. Se toca, e deixa de frescura! Ninguém morre nesse período. Lembra daqueles amigos que você esqueceu quando tava “enrolado(a)”? Pois é. Eles ainda vão estar no mesmo lugar e até vão ser capazes até de te perdoar, por tê-los deixado de lado.

Aproveite o que eu convencionei chamar de “entre-safra”, e faça o que o Marketing chama de análise de SWOT. O nome é importado, e lembra alguma coisa feita pra gente comer com bastante catchup (como diriam o Chrystian e o Chambinho. Dois grandes amigos meus.), mas na verdade esse “troço” é bem fácil de entender e pode ser bastante útil pra você.

SWOT é a sigla pra Strength, weakness, opportunity, threats. No bom português: forças, fraquezas, oportunidades e ameaças. Viu como é fácil? Você só precisa se colocar no meio desse processo e de forma sincera, escrever num papel quais são suas reais forças; tudo aquilo que você vê como suas fraquezas; quais as oportunidades que você tem pela frente e de que forma você pode ser ameaçado(a). Projete um objetivo concreto para alcançar e “voilá”: você está pronto(a)!

Fazendo isso, a gente minimiza muito o risco de fazer juras que sabe não vai cumprir, e das quais podemos nos arrepender amargamente. Tudo isso porque deixa de lado um pouco a emoção e pensa de forma um pouco mais racional.

Pra quem ainda não entendeu, você não corre o risco de voltar com o(a) safado(a) do(a) seu(ua) namorado(a), e nem pegar o(a) primeiro(a) cachorro(a) sem-vergonha que aparecer pela frente, se valendo da desculpa de que “está carente”. Pelo amor de Deus! Pegue alguém, porque quer pegar! Volte porque pensou e concluiu que é isso que realmente quer! Não venha com papinho furado pra se enganar e muito menos tentar enganar o coitado do Santo. Afinal, você nunca sabe quando pode precisar dele “dos vera”. Fica a dica.

10 comentários:

  1. Betinho, belo texto sobre as ilusões afetivas que todos nós nutrimos internamente mas que no fundo, no fundo, não passam de apenas palavras para que nos sintamos bem e com menos raiva da situação toda de separação e sofrimento. E não adiantam matrizes de Ciclo de Vida do Relacionamento, Estratégias mil para evitar a crise e Matrizes BCG ou SWOT, Poter nem Kotler ajudam em alguns casos, onde a gente só tem que olhar e deixar passar, e dizer simplesmente "Ele não está a fim de mim."
    =)

    ResponderExcluir
  2. Borboleta12:41 PM

    Fico muitas vezes pensando de como seria bom se tudo que colocamos da boca pra fora, fosse absolutamente mais forte do que desejamos. Venho aqui e vejo essas suas citações e me identifico muito com elas, mais agora essa aqui aiaiai parece que feita para uma situação vivida á pouco tempo... mais tudo bem... Quem te conhece assim nem axa que tu não tem nada ver com um tipow “romântico, poeta” mais a cada dia que passa vc me surpreende mais e mais, adoro esse seu jeito roqueiro e moleque de ser... um marmanjão que tem em sua cama uma companhias que são muito agradáveis e com um olhar que meu Deus do céu, dá é dó de olhar pra aquela carinha pedindo colo... Mais é isso ai...
    O que eu quero realmente deixar aqui... é que vc é simplesmente mais que o Roberto Bellini. Bjuxx

    ResponderExcluir
  3. Pepper12:46 PM

    1- CACHORRO (passei uns 10 minutos só olhando e falando com voz de retardada que é a coisa mais linda do mundo).

    2-As juras da bebida e de amor que foram citadas já fizeram parte da vida de todo SER HUMANO que se preze. E não venha com o papo de que com os homens acontece em menor quantidade; vocês também juram, só que para os amigos mais íntimos (para as pessoas certas), já as mulheres desabroxam a contar seus lamentos e juras para quem estiver disposto a ouvir.
    (ai ai ai, as mulheres sempre se entregando!)
    [não generalizando, mas a grande maioria é assim]

    bjus

    (vc não sabe como é prazeroso esperar um ano pra internet abrir a página do blog e vê que tem texto novo)

    ResponderExcluir
  4. Pimenta12:54 PM

    Pois pra mim vc tem tudo a ver com o estilo "romântico, poeta".

    Sim, vc é apaixonante!
    Sim, não gosto só de ler, amo comentar (e vc bem sabe!)

    ResponderExcluir
  5. Adorei, como sempre tudo que escreve é simplesmente verdadeiro, maravilhoso.
    Bj.

    ResponderExcluir
  6. Darley Pinheiro2:31 PM

    Cheguei atrasada pra comentar, mas o q vale é o comentário, então...concordo c/ o q a colega de blog postou, fiquei lendo alto e dizendo: ñ acredito como os nossos sentimentos, pensamentos fluem em palavras pro Bellini? Vc tem um dom único, simplesmente amo td q vc escreve...será q tô apaixonada?...rsrsrs...ñ, ñ tenho quase certeza q ñ. Mas enfim, fico torcendo pra vc postar coisas novas, ñ definiria como surpreendente tds os seus post´s. Fui sua aluna e conheci um pouco do profissional, do qto é metódico e td mais. Tenho me surpreendido é c/ o homem q tens se revelado, pq esse eu ñ conhecia e esse sim me desperta mta curiosidade........

    Beijos baby e Feliz Páscoa.

    ResponderExcluir
  7. Pimenta10:23 AM

    Acho que tá na hora do dono do blog comentar os comentários.

    ResponderExcluir
  8. Comentário 1 - Depois de tantas experiências, a gente fica meio calejado (inda mais depois dos 30). Daí, dá pra fazer sim uma análise mais tranquila do que vivemos e selecionar o que é melhor ou não sentir e fazer...

    Comentário 2 - Antes que todo mundo pense besteira (hauhauha), as companhias agradáveis que eu tenho na minha cama são meus filhos de pelúcia (um elefante, um cachorro, um coelho e um pinguin)...

    Comentário 3 - O cachorro na foto do blog não foi intencional... mas que o bicho é "fofuxo", é...

    Comentário 4 - Fico com vergonha quando leio coisas pessoais, do tipo "você é apaixonante"...

    Comentário 5 - As verdades que escrevo são realmente coisas que vivi, vivo ou vejo as pessoas viverem... um espelho da realidade
    que tento trazer com o máximo de fidelidade pra vocês que lêem o blog.

    Comentário 6 - O homem que escreve aqui, é o mesmo da sala de aula... o problema é que a rotina e as convenções sociais não permitem, muitas vezes, que a gente se mostre 100%. Aliás, aprendi que nem é bom fazer isso. Proteção nunca é demais!

    Comentário 7 - Pronto! Tudo Comentado. Hehehehe.

    ResponderExcluir
  9. Pepper10:34 AM

    Comentário 8 - :D

    Ótimo!

    [ficar envergonhado não combina com vc!]

    ResponderExcluir
  10. Anônimo9:29 PM

    Envergonhado ñ combina mesmo, conheci um furacão fogoso em pele de cordeiro. hehehehehehe
    Agora vai ficar roxo de vergonha.

    ResponderExcluir