11.08.2005

O ensaio apológico do beijo

Apesar das referências mais antigas sobre o beijo, datarem de 2.500 a.C. em esculturas nas paredes dos templos de Khajuraho, na Índia, tenho a sensação de que desde que mundo é mundo existe o beijo. Por que? Simples. Beijar é bom que só. Vai dizer que não é?

Beijar é muito mais do que a gente pensa. É usar os nossos sentidos. Todos eles de uma só vez. É ver a pessoa que beijamos, é sentir o seu cheiro, o seu gosto e sentir o toque dos lábios e da língua, sem falar das mãos, da pele...

O beijo é uma manifestação dos nossos sentimentos e revela muita coisa. O calor da paixão, a segurança do amor, a serenidade da afeição, e também a indiferença de uma iminente separação entre duas pessoas.

Nada melhor do que beijar e ser correspondido. Sim, porque beijo de verdade tem interação. Nele, rola uma sintonia, uma química que faz o coração bater um pouco mais rápido e forte, que faz a respiração faltar e é capaz até mesmo de fazer o tempo parar. Um minuto que dura toda a eternidade. Assim é um beijo sincero. Deixa marcas profundas na mente e provoca, de novo, as mesmas sensações quando lembrado.

Durante um beijo, é fundamental deixar fluir. Ouvir as melodias, os compassos que marcam a parte que cabe a cada um dos que se beijam. Como uma dança, como uma sinfonia. Beijo é movimento, é entrega, é doação. Beijar é se desprender, é sair do corpo e ser completamente dominado por uma sensação de "querer mais". É fechar os olhos e ainda assim enxergar. É escutar os sussurros mais sutis da alma alheia e voltar pra casa anestesiado, flutuando, como uma bolha de sabão, livre, leve e solto... ao sabor do vento.

É... deu até vontade de beijar...

Pra mim, ainda falta a pessoa, falta a química...
Ah! Pra você, não!? Então vê se beija logo!
Eu não perderia nem mais um segundo se fosse você.

=*

6 comentários:

  1. Meu sonho que o diga. Beijar é bom mesmo.
    Saudade de tuuuu.

    ResponderExcluir
  2. Beijar...
    Linda palavra!
    ...Um verbo regular
    que é muito irregular
    nos tempos e nos modos..."

    (não sei o nome do autor)

    Preciso comentar mais alguma coisa?

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Bel....

    Naum Maltrata!!!!

    Oh, kiss me beneath the milky twilight. Lead me out on the moonlit floor. Lift your open hand, strike up the band and make the fireflies dance silver moon's sparkling. So kiss me"


    Vc como sempre se superando!!!!

    Achei muito lindo tudo isso que vc escreveu, já conhecia seu lado poético, mas o romântico!!!!

    Que nesta nova etapa de sua vida, vc realmente encontre a sua metade, e faça tudo valer a pena!!!

    Te adoro muitaum.....

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Porque se fora pra beijar.. que seja com paixão, daquelas que deixa tudo arrepiado e os pés nem tocam o chão por todos aqueles eternos finitos segundos que se passam.

    Química..

    Um EU DE CUECAS..

    Aquela coisa que bate e fica.. É aconteceu.. Mas nem pode!

    Tô numa enrrascada interna.. UAHuahAUhau

    Assim sou eu né?!

    ResponderExcluir
  5. Aline Postigo11:22 PM

    Bem, lindo texto...
    poesia em prosa.

    Eu acho que o beijo é tudo isso sim.
    O beijo e o abraço são coisas tão mágicas que dá pra perceber quando alguém não te beija/abraça com o coração.
    Sente-se a frieza interna, mesmo que externamente a pessoa pareça estar se entregando totalmente.
    Engraçado não?

    No mundo existem diversos idiomas para a comunicação.
    Mas o beijo é linguagem universal.

    Um beijo =*

    ResponderExcluir
  6. Bell, adorei seu blog. Te adoro. Beijos

    ResponderExcluir