10.20.2005

Epur si Muove!

"Contudo, se move!"
Galileu Galilei talvez não tenha imaginado que sua célebre frase escondesse um sentido oculto, quase enigmático, que se tornaria, num plano bem aquém das constatações físicas do movimento de rotação da Terra ao redor do sol, num ditado popular cujo significado carrega em si a idéia de que, assim como o movimento do nosso planeta, também a nossa vida se desenrola obedecendo a um movimento constante e mutante.

Difícil de entender? Nem tanto. Estou falando pra vocês do velho:
"O mundo dá voltas". E num é que dá mesmo?

Está na hora de entender de uma vez por todas que devemos parar de ficar tão desorientados quando as coisas não saem exatamente como a gente espera. Sabem?Naqueles momentos quando não fazemos o que deveríamos fazer, quando aquele emprego que desejamos não é nosso, quando a pessoa que queremos não nos quer, quando procuramos auxílio e nos dão as costas, quando a gente espera apenas uma palavra de perdão e temos que nos contentar com o silêncio ou a indiferença das pessoas, quando os amigos não parecem ser tão amigos assim.

Galileu estava corretíssimo! O mundo realmente dá voltas, e subitamente, as coisas mudam sem aviso. Como uma escola, a vida ensina a todo instante que é dinâmica e que as situações de hoje não serão as mesmas amanhã ou, quem sabe, daqui mesmo há um segundo. A tristeza de hoje, vira alegria. A busca, em breve vira descoberta. A dúvida se transforma em certeza. A chuva abre espaço para o sol brilhar de novo. A vida é assim, um vai e vem infinito. Cedo ou tarde, tudo muda o tempo todo no mundo.

Mas cuidado, porque às vezes tudo pode mudar para pior também. Simplesmente, pelo fato de que a sabedoria que rege a ordem natural das coisas vai certamente fazer com que a gente passe pelas coisas ruins que fazemos aos outros como forma de "provar do próprio veneno" e assim poder aprender, pela experiência, o que é certo e o que é errado.

Por isso mesmo, aproveitar bem a vida e para o bem, é uma máxima que não se pode postergar. É imperativo saber enxergar as oportunidades que se abrem diante dos nossos olhos, porque se assim não o fizermos, grande é o risco de ter que passar por períodos de estiagem, onde a sensação de dúvida paira e faz emergir um lado pessimista e derrotado que não nos faz nenhum bem. Vamos viver! Há tanta vida lá fora! Aqui dentro, sempre como uma onda no mar!

Será que Galileu escutava Lulu Santos?

Abraço a todos... e por favor, vivam intensamente suas vidas.

3 comentários:

  1. [porra, spam até por comentário. pqp!]

    Ô Red inspirador, hein!
    Beibe, tudo o que você disse é a mais pura verdade. A máxima "o mundo dá voltas" apesar de manjada é evidente em certas situações de nossa vida.

    O melhor de tudo é saber que não precisamos mover um palha pra "dar uma lição" em algumas pessoas, a própria vida se encarrega de fazer isso por nós.

    Vixe... Tá bom. Não posso me empolgar.

    Beijos pra tu, tinhamu!

    ResponderExcluir
  2. Realmente, um dia é da caça e outro é do caçador... é impressionante !

    Ah... e se Galileu ouvia Lulu, conseguiu perder o meu respeito !
    uhAUHauhAUHahuA

    fALOW

    ResponderExcluir
  3. C-A-R-A-L-H-O Bellini!

    Vc apenas traduziu em palavras o q me ocorre neste momento!
    Qual seria o verdadeiro sentido de "carpe diem"? ... Seguir modelos ou seguir sentimentos! Parece q a segunda opção é a mais perigosa, mas, creio q as consequências são bem mais proveitosas!
    Descobri que ser fiel a verdade é uma vocação. Hj vejo q para um pequeno grupo de pessoas (acredito q nós estamos incluídos) é difícil adotar padrões e modelos definidos!
    Mas, infelizmente chega um momento em q as exigi6encias do mundo e as exigências do oração entram e combate! E nessa guerra acabamos perdendo pessoas que amamos pq optaram pelas coisas do mundo!

    Ufaaaa.... catarse total!

    Neste blog me sinto no Café Filosófico da Cultura! hahahahaha!

    E essa laje rola?

    ResponderExcluir